Saia midi no melhor estilo ladylike

Saia midi no melhor estilo ladylike

A moda é um mundo de idas e vindas. Um exemplo disso são as saias midi, no melhor estilo ladylike, que fizeram sucesso nos anos 20, 50 e 60 e estão presentes nas últimas temporadas de moda. Elas vieram para ficar, quer seja em versão justa ou em modelos rodados.

saia-midi-livingcafe-01

saia-midi-livingcafe-02

saia-midi-livingcafe-03

saia-midi-livingcafe-05

O visual conservador vintage e delicado, inspirado nos anos 50 e 60 em divas do cinema, como Audrey Hepburn e Grace Kelly, traz romantismo e elegância. Como tendência aparecem as saias rodadas, plissadas e ajustadas ao corpo, em cores neutras, estampas florais e cintura marcada. O xadrez e as listras são apostas certas para o outono-inverno.

Uma dica para não errar na hora de apostar na saia midi é investir em um modelo plissado, pois ele alonga qualquer silhueta. O comprimento deve ser logo abaixo do joelho e, na dúvida, use-a sempre com um sapato de salto.

Para mulheres que querem compor um visual casual e ao mesmo tempo elegante e feminino, aposte numa T-shirt transada. A peça mais casual com outra mais sofisticada cria um look criativo e moderno.

saia-midi-livingcafe-06

saia-midi-livingcafe-07

saia-midi-livingcafe-08

saia-midi-livingcafe-09

saia-midi-livingcafe-11

saia-midi-livingcafe-10

saia-midi-livingcafe-12

A saia midi é uma peça difícil de usar, que exige um pouco mais de sensibilidade e dedicação na hora de montar um look. Com um olhar fashionista, a produção promete sofisticação e muita feminilidade. Cabe a cada um seu gosto pessoal. Seja com sobreposição de peças, como renda, tule, seda, ou texturas diferenciadas. Poás, formas geométricas, florais combinados com cores brilhantes aparecem com tops lisos e blazers bem estruturados.

Quando falamos desse estilo, pensamos em charme, graça e glamour, sem o menor esforço. A saia rodada alongada foi presença marcante nas passarelas internacionais, sedimentando a elegância das mulheres.

saia-midi-livingcafe-04

Fotos: Reprodução

No Comments

Leave a Comment