Por que nos sentimos cansadas, apesar de uma longa noite de sono?

Por que nos sentimos cansadas, apesar de uma longa noite de sono?

É sempre a mesma situação: de segunda a sexta-feira, nós sonhamos em permanecer embaixo do edredom para recuperar a falta de sono que se acumula durante a semana. Muitas vezes nos sentimos apáticos e cansados e nosso corpo dá sinal de que algo não vai bem. É perfeitamente normal precisar permanecer na cama pela manhã, até que o corpo desperte de vez. É a chamada “inércia do sono”, o período de transição entre o sono e a vigília que geralmente dura meia hora.

A desagradável sensação de fadiga e fraqueza após uma longa noite ocorre frequentemente nos finais de semana. A maioria das pessoas mobilizam todos os recursos possíveis para dar conta de tantos afazeres durante a semana e a exaustão é sentida no fim de semana.

Nosso cérebro libera o hormônio do estresse, por exemplo, que ajuda a manter o foco quando precisamos permanecer acordados. Nos fins de semana, como estamos “despreocupados”, queremos dormir mais para compensar a falta de sono. No entanto, nosso relógio biológico “acostumado” a acordar cedo durante cinco dias, entende que se continuarmos a dormir, vamos acordar cansados, porque houve essa agitação mental. Difícil né?

sono-saude-livingcafe-01

Como existe essa discrepância com o relógio biológico, o ideal é forçar a ir para a cama mais cedo e manter o mesmo ritmo da semana. Se o corpo não está pronto para dormir e o sono não vem, a solução é estimular o relógio biológico do dia: “não adianta dizer estou cansada, então não vou sair hoje”. Pelo contrário, é preciso agir naturalmente até que o cansaço venha e aí sim o sono será muito melhor.

Para se ter um sono reparador é essencial ter uma vida saudável. Uma refeição equilibrada feita até duas horas antes de dormir, atividades físicas pela manhã ou tarde, um bom colchão e um bom travesseiro são elementos fundamentais. Evite o consumo de proteínas a noite, como carne e massas pesadas, assim como café que tem efeito estimulante. Os chás de camomila ou tília são recomendados, pois promovem um bom sono. Exercícios suaves como a yoga e uma boa respiração podem ajudar a relaxar.

Por fim, pequenas atitudes são capazes de promover um sono restaurador. Pense nisso!

No Comments

Leave a Comment