Na casa da vovó tudo pode

Na casa da vovó tudo pode

Costumam dizer que neto é filho com açúcar e é a mais pura verdade. De repente, um mundo de amor toma conta de nosso coração com a chegada daquele serzinho indefeso, puro, cheio de energia e faz com que enchamos o peito de alegria.

É como se revivêssemos a vinda de nosso próprio filho, uma emoção carregada de história, um amor incondicional, agora dobrado. A maior parte das pessoas quando se torna avó ou avô, já possui uma vida definida e experiência adquirida, principalmente porque já criou seus filhos. Com o corre-corre dos dias de hoje, muitas vezes, os pais estão muito mais comprometidos na sobrevivência do lar, na dedicação ao trabalho, que os avós cumprem uma função educacional grande, não mais tão criticada como há um tempo atrás, onde “avós só estragam as crianças, pois os deixam fazer tudo que querem”. Mais que deixar fazer tudo o que querem, os avós têm jogo de cintura e paciência para lidar com os caprichos das crianças e, com isso, conseguem conquistar o respeito dos netos, facilitando, inclusive, a relação desses com os mais velhos. A casa dos avós acaba se tornando um porto-seguro.

AVÓ-E-NETO-001

Estudos recentes comprovam que a relação entre avós e netos pode ter benefícios significativos para os pequenos, desde que haja uma dosagem de equilíbrio na relação, ou seja, é preciso entender que os pais devem cumprir o papel da educação e os avós cumprem um papel auxiliar. Quando isso fica claro na família, a criança consegue distinguir o papel de cada um.

Como diz o poema de Affonso Romano de Sant’Ana: O neto é a hora do carinho ocioso e estocado, não exercido nos próprios filhos e que não pode morrer conosco. Por isso os avós são tão desmensurados e distribuem tão incontrolável carinho. Os netos são a última oportunidade de reeditar o nosso afeto. Por isso, é necessário fazer alguma coisa a mais, antes que eles cresçam.” O poema traduz um pouco desse amor sem fronteiras e generoso que é primordial na vida de uma criança.

boy-20233_1920

No Comments

Leave a Comment